domingo, 20 de novembro de 2011

“quem for brasileiro que me siga!”


Agradeço por me darem saúde de qualidade. Agradeço pela segurança segura. Agradeço pelas iguarias de minha mesa em todas as refeições. Agradeço pelo meu emprego fabril e meu salário que persiste pelos 30 ou 31 dias de cada mês. Agradeço pela minha casa. Meu carro. Minha banda larga. Agradeço também pelas iguais oportunidades dadas a todos. Brancos. Pretos. Amarelos. Rubro-negros. Tricolores.  E, lógico, a mim, que estou em algum censo desses, bem caracterizado. Sei portuguez, ingrês, espanhou. Sei somar e diminuir. Sei escolher meus governantes. Graças a educação de alto nível que me proporcionaram durante os maravilhosos anos que passei na escola pública, comendo quirera de milho com carne de soja nos saudosos recreios das 10.
Agradeço pela maioria de meus sonhos se tornarem realidade e se ainda alguns não se concretizaram foram por culpa exclusiva minha, que não corri e suei por eles.
Agradeço ao Lula. Ao FHC. Ao Itamar. Ao Collor. Ao Sarney. E agora a presidenta Dilma. Meus contemporâneos. E, enfim, a todos. Sobretudo aos brasileiros, que como eu, orgulhosos da nacionalidade, elegemos vocês, digo, Vossas Excelências. Viu? Sei empregar os pronomes de tratamento aprendidos com as tias direitinho.
Somos um povo ordeiro e progressivo. Quando injustiçados saímos às ruas, mesmo de pijamas de bolinhas azuis e pantufas de ursinho, para fazer panelaço.
E “quem for brasileiro que me siga!” Quem não, que volte assistir a novela.

2 comentários:

Jacke disse...

Vou te seguir MA.
Destesto novelas.....

maria disse...

vou te seguir sempre como a sombra sua